Loading...

Tuesday, June 10, 2014

May: Brazil automotive production decreased 18%, but it is the best of the year.

By André Barros
from AutoData/Brazil

The production of cars, light commercials, trucks and buses fell 18% in May compared with the same month last year to 282,500 units compared to 344,500. Still Luiz Moan, Anfavea president maintained an optimistic tone in commenting the volume achieved last month, during a press conference to disseminate results on Thursday, 5 in São Paulo:
"There was a major advance over April" - the production index increased by 1.9% on the basis of comparison. "It is a good indicator" he said.
Despite the drop, and shutdowns in several factories, May was the best month in production this year, surpassing even for a short February, 281 500.

In the year the pace of the factories is 13.3% lower than in the period January-May 2013, 1 million 351 thousand 225 vehicles produced - in volume are more than 200 thousand units less.

The last twelve months went national assembly lines 3.5 million vehicles, 4.4% less than the volume produced in the period from June 2012 to May last year.

Anfavea kept the projections announced in January, who estimated 3.7 million units produced this year, up 1.4% over last year's volume. Moan, however, admitted that the numbers are likely to be revised next month, with a downward bias.
In May, the industry cut 2100 jobs - mostly second Moan, "retired or about to retire employees." In one year the manufacturers of cars, light commercials, trucks, buses and agricultural machines cut about 4400 direct jobs.
+++++++++++++++++++++++++++++++

A produção de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus recuou 18% em maio comparada com o mesmo mês do ano passado, para 282,5 mil unidades ante 344,5 mil. Ainda assim Luiz Moan, presidente da Anfavea, manteve o tom otimista ao comentar o volume alcançado no mês passado, durante entrevista coletiva de divulgação de resultados na quinta-feira, 5, em São Paulo:
“Houve avanço importante sobre abril” – o índice de produção cresceu 1,9% nesta base de comparação. “É um bom indicador”, considerou.
Apesar da queda e de férias coletivas em diversas fábricas, maio foi o melhor mês em produção neste ano, ultrapassando ainda que por pouco fevereiro, de 281,5 mil.

No acumulado do ano o ritmo das fábricas está 13,3% inferior ao do período de janeiro a maio de 2013, com 1 milhão 351 mil 225 veículos produzidos – em volume são mais de 200 mil unidades a menos.

Nos últimos doze meses saíram das linhas de montagem nacionais 3,5 milhões de veículos, volume 4,4% inferior ao produzido no período de junho de 2012 a maio do ano passado.

A Anfavea manteve as projeções divulgadas em janeiro, que estimavam 3,7 milhões de unidades produzidas neste ano, alta de 1,4% sobre o volume do ano passado. Moan, entretanto, admitiu que os números provavelmente serão revisados no próximo mês, com viés de baixa.
Em maio a indústria cortou 2,1 mil postos de trabalho – a maior parte, segundo Moan, “de funcionários aposentados ou prestes a se aposentar que aderiram aos PDVs das montadoras”. Em um ano as fabricantes de automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus e máquinas agrícolas cortaram cerca de 4,4 mil empregos diretos.

No comments:

Post a Comment